Rede Feminina convida população a participar de desafio esportivo para arrecadar recursos voltados a pacientes do HB

Você sabia que a sua prática de exercícios físicos pode ajudar pessoas em tratamento no Hospital de Base (HB)? Por meio do desafio Movimento para o Bem, promovido pela Rede Feminina de Combate ao Câncer, cada quilômetro que você caminhar, correr ou pedalar durante dezembro vai contribuir na preparação de um dia especial temático para os pacientes oncológicos da unidade.


Em sua terceira edição, a campanha deste mês pretende levar, simbolicamente, os pacientes para uma viagem a Natal (RN). Para isso, os corredores e ciclistas precisam percorrer, juntos, os 2.412 quilômetros de distância entre Brasília até a cidade nordestina. A inscrição para o desafio custa R$ 30, e o valor total arrecadado será revertido para a confraternização e para outros projetos sociais desenvolvidos pela Rede Feminina, instituição voluntária que atua no HB.

“Os itens para representar a capital do Rio Grande do Norte ainda estão sendo pensados, mas a ideia é que os pacientes se sintam na cidade”, explica a coordenadora da Rede Feminina, Vera Lúcia Bezerra, conhecida por Verinha. “Nosso propósito é estimular a atividade física na prevenção do câncer, além de dar um apoio aos pacientes oncológicos”, garante a organizadora do evento.

A celebração temática será em 18 de dezembro, às 9h, na sede da Rede Feminina no Hospital de Base. No mesmo dia, ocorrerá o evento de encerramento do ano, com a distribuição aos pacientes de 500 marmitas de galinhada para serem consumidas em casa, além de cestas básicas e brinquedos.

Cadastro no Movimento para o Bem
Os interessados em ajudar a Rede Feminina podem se inscrever pela internet até 18 de dezembro. Depois de cadastrado, o participante recebe um link de grupo de WhatsApp para enviar foto ou vídeo de sua participação com a quilometragem percorrida. Ele ainda recebe um certificado virtual de participação.

Viagens temáticas
O desafio teve início durante a campanha Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama. Na ocasião, o destino simbólico foi o Rio de Janeiro (RJ). No mês seguinte, o Novembro Azul alertou para os cuidados com o câncer de próstata, e a Rede Feminina repetiu a ação, dessa vez com Salvador (BA) como tema. Ao todo, 150 pessoas participaram dos dois desafios.

A festa carioca contou com água de coco, biscoito Globo e paçoca. “Levamos alguns alimentos que remetessem ao Rio”, conta Verinha. A celebração temática da capital baiana está marcada para esta sexta-feira (4), às 15h. “Vamos levar fitinhas do Bonfim, acarajé e cocada”, avisa a coordenadora. O evento será no 10º andar do Hospital de Base para os pacientes oncológicos internados.
Marina Mercante
Assessoria de Comunicação

* imprensa@igesdf.org.br

( 61 3550-8810