Colírios devem ser usados sob supervisão do oftalmologista. 

Vermelhidão nos olhos é algo comum, porém é indicativo de que algo está errado com os olhos. Geralmente as causas mais comuns são: ressecamento, inflamação, infecção, necessidade ou desatualização de óculos e até cansaço visual provocado pelo uso excessivo de telas ou longos períodos na direção de veículos. Para tratar esse sintoma, nada melhor que procurar um oftalmologista, visto que ele irá diagnosticar a causa e indicar o tratamento mais adequado. A Dra Keila Prado, da Auge oftalmologia detalha que os colírios devem ser usados de forma adequada e de acordo com cada caso.

Existem efeitos colaterais diversos para cada paciente. A oftalmologista lembra que existem colírios clareadores que as vezes são usados de forma inadequada e pode causar até efeitos colaterais cardíacos e mascaram a real causa do olho vermelho. O tempo de uso de cada colírio também deve ser determinado pelo médico. O uso prolongado de alguns colírios anti-inflamatórios podem elevar a pressão intra ocular e levar ao glaucoma e até catarata

Corpo Clínico

DRA. KEILA CRISTINA PRADO - Oftalmologista, responsável técnica e pelo departamento do Glaucoma da Auge Oftalmologia.

Formada em Medicina pela Universidade de Brasília.
Especialista em Oftalmologia pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia.
Membro da Sociedade Brasileira de Glaucoma.

Serviço:

Auge Oftalmologia

Brasília Medical Center – SGAN 607 Bloco A Salas 309/310 – Asa Norte

Contato: (61) 3322-6000

www.augeoftalmologia.com.br

Siga também os perfis nas redes sociais.

 

Contatos com a imprensa

(61) 3083-7709 / 9 9995-5255

Graciliano Cândido

Jornalista Mtb 8995/DF