Quarta-feira, 22 de Maio de 2019
Brasilia Distrito Federal

Onze são identificados como autores de falsas ameaças a escolas no DF

Escolas públicas contarão com o reforço de 180 militares na segurança. Secretário garante que situação está sob controle

Publicada em 20/03/19 às 19:22h - 69 visualizações

por PORTAL DE NOTICIAS DA RÁDIO SERTANEJO TOP 10 - IVAN MORENO


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: PORTAL DE NOTICIAS DA RÁDIO SERTANEJO TOP 10 - IVAN MORENO)

O secretário de Segurança do Distrito Federal (SSP-DF), Anderson Torres, anunciou, nesta quarta-feira (20/3), reforço de 180 militares no policiamento de escolas públicas após sucessivas ameaças de ataques postadas nas redes sociais. Ele reforçou que a situação está sob controle e que não há qualquer indício de que sejam verdadeiras as postagens.

 Onze pessoas foram identificadas como fontes das falsas ameaças até o momento, a maioria adolescentes. Segundo o secretário, a depender das investigações, elas podem responder pelos crimes (ou atos infracionais) de ameça, formação de quadrilha e, no caso de adultos, corrupção de menores.

Policiais militares da reserva serão destacados para atuar nos perímetros de cerca de 40 escolas e reforçar o trabalho do Batalhão Escolar. As instituições de ensino que contarão com o reforço na segurança serão definidas em conjunto com a Secretaria de Educação, em reunião agendada para a noite desta quarta-feira.

 As polícias Civil e Militar estão monitorando todos os casos, garante o chefe da pasta, e "não há nada que leve a preocupação". O reforço no policiamento faz parte de medida preventiva adotada para Secretaria de Segurança. Professores e orientadores educacionais estão recebendo informações sobre o que fazer em situações de emergência.

 Com relação aos estudantes, Torres destacou que caberá à Secretaria de Educação decidir que medidas adotar para orientá-los. Na esfera penal, aqueles que tiverem envolvimento nas postagens nas redes sociais serão encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), quando menores, e a outras unidades policiais se forem maiores de idade.

 A coronel Sheyla Sampaio, comandante-geral da Polícia Militar do DF, afirmou que a corporação trabalha preventivamente desde o ataque em Suzano (SP), há uma semana. Três ordens de serviço foram emitidas para reforçar as áreas escolares. Os policiais atuarão em duplas nas escolas definidas. "Todas as unidades da PM trabalharão como reforço de policiamento", afirmou.

 A medida deve durar até o fim do ano. Em maio, novos policias serão chamados e participarão de curso de formação para ingressar na corporação. Após o aumento de efetivo, as forças de segurança analisarão novamente que medidas adotar a partir de 2020.

 

Tags #educação  #segurança  #ameaças  #atentado  #gdf




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 61 99695-2912

Visitas: 336211
Usuários Online: 115
Copyright (c) 2019 - PORTAL DE NOTICIAS DA RÁDIO SERTANEJO TOP 10 - IVAN MORENO