Hospital da Criança de Brasília José Alencar comemora 9 anos de fundação com mais  de 4 milhões de atendimentos

O HCB é referência no tratamento de crianças com câncer


Em uma solenidade, por vídeo-conferência, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar comemorou nesta segunda feira (23/11) nove anos de vida.
Além de representantes do aniversariante, como o presidente do HCB, Renilson Rehem, a cerimônia contou com a participação de autoridades de Brasília. Entre elas, senadores Izalci Lucas (PSDB) e Leila Barros (PRB), deputados federais, como Júlio César (Republicanos) e Tadeu Filippelli (MDB) e dos distritais, Agaciel Maia (PL) e Leandro Grass (Rede Sustentabilidade), além dos secretários de Estado do Distrito Federal, Osnei Okumoto (Saúde) e Vanessa Mendonça (Turismo), que é voluntária do hospital há cinco anos.

Foi justamente falando sobre essa experiência, que requer o compromisso e a dedicação de estar no hospital, que a secretária de turismo, Vanessa Mendonça, lembrou do início de seu voluntariado.
 “Eu sou amiga do leito com muito orgulho. Confesso que, desde o primeiro momento que fiz contato com o hospital para me tornar voluntária, recebi imediatamente um treinamento para me preparar para estar no leito com as crianças. A partir daí passei a viver uma realidade que me surpreendeu pela qualidade, generosidade, cuidado e amor de cada enfermeiro com aquelas crianças que chegaram indistintamente, com problemas dos mais variáveis”, destacou a secretária de Turismo.
O “Amigo do Leito” faz companhia a pacientes internados por um prazo estipulado para que seus acompanhantes possam se ausentar do hospital a fim de desenvolver tarefas pessoais, como ir ao banco, estar com outros filhos ou até mesmo participar de alguma atividade no Hospital.
Vanessa destacou a importância do ex-vice-presidente da República, José Alencar, para a criação do HCB. “Ele, juntamente com a mulher, dona Marisa, abriu o Itamaraty para festas que arrecadaram somas importantes para tornar realidade o Hospital da Criança. Ele queria que as crianças pudessem utilizar a mesma estrutura que ele utilizava no Hospital Sírio-Libanês para tratar de um câncer”, destacou. “Hoje, esse hospital é muito melhor que qualquer hospital particular no Brasil ou no mundo”, acrescentou.
A secretária salientou ainda a atuação do atual governo que tem ampliado o número de leitos no Hospital da Criança de Brasília José Alencar e, assim, poder oferecer um melhor atendimento aos pacientes. “Somente nos primeiros dois anos, nosso governo já abriu 88 novos leitos. Em março deste ano, o Governo do Distrito Federal contratou mais 85 servidores para atender à demanda das oito novas Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) e 40 salas de especialidades pediátricas e cirúrgicas. Com isso, mais 200 pacientes estão sendo atendidos por mês”, pontuou a secretária.
A titular da Secretaria de Turismo (Setur) teve o trabalho à frente da pasta destacado pelo secretário de Saúde, Osnei Okumoto. Para ele, o desempenho da Setur é de suma importância neste tempo de pandemia de Covid-19.
“Muitos perguntam o que turismo tem a ver com Saúde. Imagina nesse tempo de pandemia que é preciso muita interlocução para que toda a parte de aviação, trânsito de pessoas de um lugar para outro seja otimizado para que a cidade tenha a retomada do turismo aqui para Brasília. E essa interlocução é feita pela secretária Vanessa Mendonça”,  frisa Osnei.
Referência
Mesmo tão novo – se comparado aos demais hospitais da capital federal –, o Hospital da Criança de Brasília já se tornou referência nacional em tratamentos de alta complexidade a crianças. Inaugurado em 23 de novembro de 2011, já realizou mais de quatro milhões de atendimentos, entre exames laboratoriais e consultas.
Munido de equipamentos de ponta, O HCB realizou 57 mil sessões de quimioterapia, 31 mil transfusões, 10 mil cirurgias ambulatoriais, 22 mil ecocardiogramas, 61 mil raios X, 31 mil tomografias, 43 mil ultrassons, dentre outros, o que rendeu à unidade o Certificado de Qualidade, uma vez que o atendimento prestado nele é considerado bom para 92,2% das crianças em tratamento e familiares de pacientes.
O HCB faz parte da rede de unidades hospitalares da Secretaria de Saúde do Distrito Federal e é administrado pelo Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (Icipe). É o primeiro pediátrico da região Centro-Oeste acreditado pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), uma espécie de certificação de qualidade.
Para receber tratamento ali, a criança tem de passar por um posto de saúde ou hospital da rede antes. Ao surgir a necessidade de uma consulta especializada, ela é encaminhada pelo pediatra para marcação de consulta na Central de Regulação da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF), que a direciona ao Hospital da Criança. 
Com informações do 

Achiles Pantazopoulos  

Da redação do Portal de Notícias do Blog do Carlindo Medeiros