A Polícia Civil do DF, por intermédio da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais – Corpatri/PCDF, deflagrou na manhã dessa quarta-feira (2), a “Operação Via Jóquei”, visando a desarticulação de uma Associação Criminosa especializada no furto e receptação de caminhonetes.


O grupo é investigado pela prática de diversos furtos do gênero no Distrito Federal e atuava nessa modalidade criminosa há mais de um ano. Os furtos ocorriam nas áreas de Taguatinga, Vicente Pires e Sobradinho, havendo preferência por caminhonetes mais antigas, devido às fragilidades encontradas para a subtração.

2 de dezembro foto 2

Durante quatro meses de investigações foram elucidados 13 crimes de furto destes veículos, todos eles atribuídos ao grupo investigado, tendo sido recuperadas sete caminhonetes, inclusive em um desmanche na cidade de Padre Bernardo/GO.

Apurou-se que os automóveis eram receptados por três indivíduos, por meio de encomendas. Os veículos tinham suas peças cortadas e vendidas em lojas do Setor H Norte, outros tinham os sinais identificadores adulterados para posterior revenda em outras unidades da Federação.

Ao todo foram cumpridos 12 mandados de prisão, sendo oito Preventivas e quatro Temporárias, além de 14 Mandados de Busca e Apreensão (MBAs) nas cidades Estrutural, Recanto das Emas, Taguatinga, Incra 9 e Ceilândia-DF.

Todos os presos possuem antecedentes criminais, inclusive por furto de veículo e associação criminosa. Agora irão responder pelos crimes de furto qualificado, associação criminosa, adulteração de sinais identificadores e receptação, podendo pegar penas que ultrapassam 20 anos de reclusão. A polícia Civil do Distrito Federal promoverá a análise de todo material apreendido para verificar envolvimento do grupo em outros crimes de furto de veículo.

2 de dezembro foto 3

O nome da operação policial remete a uma Via do Distrito Federal (Jóquei) utilizada pelos criminosos durante a subtração dos veículos.

 
Assessoria de Comunicação/DGPC
#PCDFemAção
PCDF, excelência na investigação