(crédito: ED ALVES/CB/D.A Press)

O nome dele é Marcelo Marinho de Noronha responde por crimes de tráfico ilícito e uso Indevido de drogas, e por associação para a produção e tráfico.

O delegado da Polícia Civil do Distrito Federal, Marcelo Marinho de Noronha, foi preso em flagrante, neste sábado (5/12), pelos crimes de tráfico ilícito e uso indevido de drogas e associação para a produção e tráfico. O processo está em tramitação pela Corregedoria Geral da corporação em segredo de Justiça. 

Marcelo integra, desde maio, a Comissão Permanente de Disciplina, da Direção-Geral, da Polícia Civil do Distrito Federal. Ele também atuou como diretor, da Penitenciária II do Distrito Federal, da Subsecretaria do Sistema Penitenciário do DF. Além disso, esteve a frente da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), e 16ª DP (Planaltina). Marcelo Noronha atua nos órgãos de Segurança Pública do Distrito Federal desde 2012. 

Além do delegado, outras três pessoas foram presas em flagrante: Marcos Rubenich Marinho de Norinha, Teresa Cristina Cavalcante Lopos, Ana Flávia Rubenich Marinho de Noronha. O Correio tenta contato com a defesa dos acusados, mas até o momento não obteve retorno. O espaço segue em aberto para manifestação. 

O auto de prisão partiu da 2ª Vara de Entorpecentes do Distrito Federal e segue para o Núcleo de Audiência de Custódia. As informações são do CB.

Da redação do LEI & POLITICA
E-mail: leieapolitica@gmail.com