Saúde pede que a população se atente à data de retorno sinalizada no cartão de vacinação

A partir de segunda-feira (8), a Secretaria de Saúde começará a aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac para os primeiros vacinados da campanha que começou no dia 19 de janeiro. De acordo com o cronograma, a segunda aplicação pode ser realizada de 14 a 28 dias, contados a partir da aplicação da dose 1. Até o momento não há confirmação de entrega de nova remessa do Ministério da Saúde, portanto, a pasta não poderá iniciar ainda a vacinação de novos grupos.

De acordo com o cronograma, a segunda aplicação pode ser realizada de 14 a 28 dias, contados a partir da aplicação da dose 1

Desde o primeiro dia da campanha de vacinação contra a Covid-19, a Saúde imunizou 93.582 pessoas dentro dos grupos prioritários. A secretaria reforça que a segunda dose da vacina está garantida para a população que já iniciou a imunização. Os próximos grupos serão informados antecipadamente ao início de novas etapas da campanha. O Distrito Federal está em primeiro lugar entre todas as unidades da Federação com relação ao percentual da população vacinada.

Até a noite do dia 4 de fevereiro vacinaram 37.704 idosos com 80 anos ou mais; 53.973 trabalhadores da Saúde; 1.701 pacientes do Nrad, Home Care e pessoas com mais de 60 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência; 109 pessoas com deficiência institucionalizados e 95 indígenas.

A região que mais aplicou vacinas foi a Central – formada pelas asas Sul e Norte, lagos Sul e norte, vilas Planalto e Telebrasília, Noroeste, sudoeste/Octogonal e Cruzeiro -, com 35.909 doses aplicadas nos públicos mencionados. Nas demais regiões os quantitativos foram:

– Sudoeste (Taguatinga, Samambaia, Recanto das Emas, Vicente Pires e Águas Claras): 14.863 doses;
– Oeste (Ceilândia, Brazlândia e Sol Nascente/Pôr do Sol): 10.620;
– Centro-Sul (Guará, Estrutural, SIA, SCIA, Candangolândia, Park Way, Riacho Fundo I e II): 10.123;
– Sul (Gama e Santa Maria): 9.772;
– Norte (Sobradinho, Sobradinho II, Fercal e Planaltina): 7.998;
– Leste (Paranoá, Itapoã, São Sebastião e Jardim Botânico): 4.297.

A CoronaVac é produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A segunda dose da vacina de Oxford/AstraZeneca começará a ser aplicada em meados de abril.

Grupo prioritário

Idosos com 80 anos ou mais; todos os profissionais da ativa na rede pública de saúde; profissionais dos hospitais privados; idosos a partir de 60 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência e pessoas com deficiência que vivem em unidades de acolhimento e os cuidadores que atuam nessas instituições; povos indígenas que vivem em terras indígenas; pacientes internados em Home Care (SAD-AC – pacientes de alta complexidade, internados em casa, que são assistidos com suporte de ventilação mecânica), pacientes internados no Núcleo Regional de Atendimento Domiciliar (AD2 e AD3 – pacientes internados em casa e acompanhados pelas equipes do Nrad da Secretaria de Saúde); e trabalhadores dos serviços de Atenção Pré-Hospitalar (APH): Resgatistas do Corpo de Bombeiros Militar e outras instituições privadas que prestam APH.

Drive-Thru

As unidades de drive-thru localizadas no Pontão, Iguatemi Shopping, Unieuro (Águas Claras) e Parque da Cidade serão provisoriamente desativadas. A reativação deve acontecer quando os idosos começarem a receber a segunda dose do imunizante.

Permanecem em funcionamento os drives instalados nas unidades básicas de saúde.

Com informações da Secretaria de Saúde