O irmão da advogada Izadora Santos Mourão, assassinada a facadas, em Pedro II, no Piauí, foi preso nesta segunda-feira (15), suspeito de ser o autor do crime. As informações são do G1.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) encontrou no quarto de Paulo Mourão roupas sujas de sangue e a faca que teria sido utilizada para assassinar a advogada, de acordo com o delegado Francisco Baretta.

No sábado (13), a advogada, de 41 anos, foi encontrada morta por familiares com uma perfuração no pescoço. De acordo com a reportagem, os policiais trabalhavam com a suspeita de que uma vendedora de roupas teria entrado na casa e cometido o crime. Mas, segundo o delegado, a história teria sido inventada para atrapalhar a investigação.

As informações são do site da https://istoe.com.br/