A Polícia Civil divulgou nesta terça-feira (23) que chegou ao responsável pela morte de Alexandre Vieira, ex-secretário de Cultura e Turismo da cidade de Luís Eduardo Magalhães, no Oeste baiano. O gestor de 53 anos foi morto em outubro do ano passado por um adolescente que, na época, tinha 17 anos. O acusado do crime, que cumpre medidas socioeducativas em Brasília, confessou o crime. 

O secretário teria dado uma carona para o jovem. Durante o trajeto o acusado teria anunciado um assalto e acabou matando a vítima com golpes de faca. De acordo com a polícia, e conforme divulgou o portal G1,  após o crime o jovem foi para casa ainda cheio de sangue, assumiu o crime para a companheira e fugiu para o Distrito Federal com a mãe. 

 

Já em Brasília o jovem - que está detido em uma casa de ressocialização na cidade satélite de Recanto das Emas - teria cometido outros furtos. O secretário foi achado morto, na madrugada do dia 17 de outubro de 2020 (lembre aqui). À época, a perícia revelou que o secretário não estava sozinho no carro. 

As informações são do site: https://www.bahianoticias.com.br/