Profissionais que atuam no pronto-socorro contam com um ponto de apoio para receber orientações e equipamentos de proteção

Nesse local,  informações serão repassadas para que os profissionais adotem medidas preventivas em ambientes hospitalares | Foto: Davidyson Damasceno/Ascom Iges-DF

Em tempos de pandemia, todo cuidado. É isso que a direção do Hospital de Base (HB) quer reforçar junto aos seus colaboradores ao criar um ponto de apoio no pronto-socorro para que os profissionais possam receber orientações sobre cuidados a serem adotados para proteger a saúde e aumentar a segurança de quem trabalha em centros médicos.

As orientações serão dadas por técnicos especializados durante duas horas nos três turnos, para que todos os profissionais do pronto-socorro sejam atendidos

O ponto de apoio começou a funcionar nesta terça-feira (30) sob a coordenação do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt) do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), que administra o HB.

O serviço vai estar disponível até a próxima terça (6), fechando no feriado e no fim de semana. As orientações serão dadas por técnicos especializados durante duas horas nos três turnos (manhã, tarde e noite). Esse tempo é considerado suficiente para que todos os profissionais do pronto-socorro tenham acesso às instruções.

Ambientes hospitalares

No ponto de apoio, os profissionais vão ter acesso a informações que lhes ajudarão a reforçar os cuidados preventivos em ambientes hospitalares. São orientações sobre procedimentos como casos de acidentes de trabalho, uso adequado de equipamentos de proteção individual (EPIs), descarte correto desse material e até pré-cadastro para sessões de terapia. No local, eles também podem receber equipamentos de proteção novos.

“Sabemos que a rotina diária desses profissionais é intensa”, ressalta Daverson Ferreira da Silva, técnico de segurança do trabalho do Sesmt. “Estamos aqui para dar o suporte necessário para que eles, com orientações e equipamentos adequados, se sintam mais seguros no ambiente de trabalho.”

A intenção do Sesmt é levar o ponto de apoio para outros setores do Hospital de Base e para as outras unidades do Iges — o Hospital Regional de Santa Maria e as seis unidades de pronto atendimento (UPAs).

Com informações do Iges-DF