Crime aconteceu neste sábado por volta das 16h55. 

O marido Vinicius Camargo se entregou; em 2017, ele já havia espancado uma ex-namorada.
"Uma mulher cheia de sonhos", é assim que os colegas de trabalho descrevem Evelyne Ogawa, apresentadora de dois programas de rádio. Ela foi assassinada pelo marido, com quem se relacionava havia quatro anos, na noite de sexta (26/3), em casa, na Samambaia, na QR 31.
Vinícius Fernando Silva Camargo, marido, confessou o crime e se entregou na tarde deste sábado (27/3), por volta da 16h. Ele compareceu à 26ª Delegacia de Polícia, em Samambaia Norte, com um advogado. Policiais foram até o apartamento, que estava trancado, e encontraram o corpo.
Evelyne deixa um filho de 09 anos. Segundo o colega de trabalho Luciano Lima, jornalista e radialista, nos oitos anos que trabalharam juntos, ele quase não viu Evelyne sem o marido. Muito discreta, ela já havia comentado vagamente sobre a vontade de se separar, mas sem mais detalhes. 
O amigo e colega Idovan Araújo conta que era visível que ele era um homem agressivo.
Antecedente
O agressor Vinicius já havia, em 2017, agredido uma ex-namorada. 
Em entrevista ao Correio, na época, a vítima afirmou: "Tenho medo que ele volte para terminar o que começou". 
De acordo com ela, a agressão teria começado após uma discussão simples.
Ela chegou a ficar desacordada. 
O segurança de uma ótica vizinha à casa pediu auxílio a duas viaturas policiais que passavam pelo local. 
Consta na ocorrência que "a Polícia Militar teve de arrombar a grade de entrada do apartamento, bem como a porta do quarto onde a vítima estava trancada para prestar o socorro devido". 
Na residência, os PMs teriam encontrado a mulher sentada na janela e com lesões no rosto e no pescoço.
Via: Metrópoles.
Todas as pessoas que pretendem entrar em um relacionamento, antes verifiquem a vida pregressa da outra, pois o que parece um belo romance poder ser uma grande armadilha.