Nascimento: 05 de Janeiro de 1939.


Resumo Histórico da carreira de Treinador de Futebol: Gaúcho de Dom Pedrito, pequena cidade do Rio Grande do Sul, fronteira com o Uruguai, ingressou no Exército Brasileiro, onde frequentou a Academia Militar de Agulhas Negras, chegando ao posto de Capitão. Trocou a carreira militar pelo futebol profissional tendo muito sucesso, tanto na Seleção Brasileira como no C.R. Flamengo. Em 1968 participou de um Congresso Mundial realizado nos Estados Unidos. O então Capitão Cláudio Coutinho, representando a Escola de Educação Física do Exército, conheceu o Professor Americano Kenneth Cooper, idealizador do famoso método de avaliação física “Teste de Cooper”, e foi convidado pelo Professor Cooper para frequentar o laboratório de Estresse Humano da NASA. Em 1970 foi convocado para ser o Preparador Físico da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do México, na qual o Brasil conquistou o tricampeonato mundial. Cláudio Coutinho implantou com sucesso o Teste de Cooper na preparação física dos jogadores. Foi o Técnico da Seleção Brasileira Olímpica de futebol masculino em 1976, nas Olimpíadas realizadas na Cidade de Montreal no Canadá, ficando em 4º lugar. Foi técnico da Seleção Brasileira principal na Copa do Mundo de 1978, realizada na Argentina. Nessa ocasião, a seleção foi considerada “campeã moral” por ter terminado a competição invicta, porém o titulo Mundial acabou ficando com a anfitriã. Como técnico da Seleção Brasileira, Cláudio Coutinho disputou 45 partidas, obtendo 27 vitórias, 15 empates e 3 derrotas. Teve um grande desempenho como técnico no Flamengo, estreando com vitória sobre o Sport Club Recife por 3 X 0 no Maracanã. Cláudio Coutinho teve duas passagens como técnico do Flamengo: 1976 a 1977; e a marcante de 1978 a 1980. Como treinador do Flamengo, ele disputou 76 partidas, obtendo 47 vitórias, 20 empates e 9 derrotas. Como técnico, utilizou alguns termos inéditos no vocabulário do futebol: overlapping, ponto futuro e polivalência, aplicados nos treinos táticos. Cada uma dessas palavras significava um deslocamento estratégico dos jogadores no campo. Claudio Coutinho, gaúcho de Dom Pedrito, era apaixonado pelo Rio de Janeiro, tinha um amor incondicional pelo Flamengo, pelo mar, onde praticava pesca submarina, e pelas praias da zona sul – Copacabana, Ipanema, Leblon – onde nas horas de folga jogava vôlei com os amigos.


Clubes e Seleções em que trabalhou

Clube/Seleção

Função

Período

Local

C:\Users\Casa\Desktop\150px-Logo_CBF.pngSeleção Brasileira

Preparador Físico

1970

Brasil

C:\Users\Casa\Desktop\url.pngSeleção Peruana

Supervisor

1970

Peru

C:\Users\Casa\Desktop\url.pngOlympique de Marseille

Preparador Físico

1975

França

C:\Users\Casa\Desktop\120px-Flamengo_escudo.svg.pngC.R. Flamengo

Técnico

1976 a 1977

1978 a 1980

Brasil

C:\Users\Casa\Desktop\150px-Logo_CBF.pngSeleção Brasileira Olímpica

Técnico

1977 a 1979

Brasil

C:\Users\Casa\Desktop\LA_Aztecs_1981_logo.pngLos Angeles Aztecs

Técnico

1981

Estados Unidos


Principais Títulos 

Seleção/ Clube

Competições

Ano

Local

C:\Users\Casa\Desktop\150px-Logo_CBF.png

Copa do Mundo - Argentina (Preparador Físico)

1970

Argentina





C:\Users\Casa\Desktop\120px-Flamengo_escudo.svg.png


 Flamengo

Torneio Cidade de Cuiabá

1976

Cuiabá -  MT

Torneio Parma de Maiorca

1978

Maiorca - Espanha

Campeonato Carioca

1978 e 1979

Rio de Janeiro

Taça Guanabara

1978, 1979 e 1980

Rio de Janeiro

Taça Rio

1978

Rio de Janeiro

Troféu Ramon Carranza

1979 e 1980

Cadis - Espanha

Campeonato Brasileiro

1980

Brasil

Troféu Santander

1980

Santander - Espanha

Troféu João Saldanha

1980

Rio de Janeiro

Troféu Perugia

1980

Perugia - Itália


Falecimento: 27 de novembro 1981. Morreu afogado aos 42 anos, quando praticava pesca submarina, um de seus hobbies preferidos, nas Ilhas Cagarras, arquipélago próximo a Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro. Foi uma comoção geral no mundo esportivo, principalmente pelos torcedores do Flamengo, clube em que fez muito sucesso como treinador. 

Coluna do Vidal