Por meio do Comitê Todos Contra a Covid, também foram doados kits de higienização

Uma parceria entre o Comitê Todos Contra a Covid e o Instituto Aidê Araújo proporcionou alegria a cerca de 800 famílias carentes de Ceilândia. As mães receberam neste sábado (8) cestas básicas e kits de higienização, em comemoração ao Dia das Mães, que acontece neste domingo (9).

“Como algumas mães passariam o seu dia sem ter o que comer em casa? Isso me fez clamar a Deus por uma solução que chegou melhor do que eu pedi”, disse Aidê Araújo, fundadora do Instituto, agradecida pela quantidade de cestas recebidas.

 

As mães ficaram felizes com as doações das cestas e dos kits de higienização | Foto: Vinicius Melo / Agência Brasília

Ela, que é mãe de cinco filhos e mais netos, bisnetos e até tataranetos, sentiu-se tocada pela situação. “Eu não poderia deixar que outras mães, como eu, ficassem sem ter o que dar a seus filhos justamente no dia que era pra ser especial”, explicou.

As arrecadações vieram de empresas e órgãos governamentais, além dos membros do instituto, que compraram as cestas.

O comitê entregou ao todo cerca de 2.375.300 máscaras e 303.580 unidades de álcool gel

Já a equipe do Comitê Todos Contra a Covid também participou da ação com distribuição de máscaras e álcool gel, alentando sobre os cuidados a serem tomados para combater a transmissão e contágio do vírus: o distanciamento social, a proteção pessoal e a higienização constante das mãos.

As cestas e os kits foram entregues pelo governador Ibaneis Rocha e pelo vice-governador Paco Britto, que é presidente do Comitê. Também participaram o secretário de Atendimento à Comunidade, Severino Cajazeiras; e o administrador de Ceilândia, Marcelo Piauí.

“Eu quero agradecer a solidariedade de todos que puderam fazer doações. Nós vivemos um momento muito difícil com essa pandemia e estamos conseguindo diminuir o sofrimento dessas pessoas com essas cestas”, afirmou o vice-governador Paco Brito.

Proteção

O comitê entregou ao todo cerca de 2.375.300 máscaras e 303.580 unidades de álcool em gel.

“O governo tem procurado reduzir o impacto da crise para as famílias mais carentes. Já atendemos a 700 mil pessoas com algum tipo de auxílio, estamos gerando empregos com obras públicas, mas este tipo de ação que vemos hoje também é importante”, disse o governador Ibaneis Rocha.

O Instituto

O Instituto Aidê Araújo nasceu a partir da ideia de Márcia Araújo, filha de dona Aidê, morta aos 18 anos em um acidente de carro. “Ainda em seu leito de morte, minha filha, que já fazia esse trabalho na igreja, me pediu que eu o continuasse”, lembrou a fundadora.

“Não posso deixar de agradecer por tamanha alegria ao ver que esse mesmo desejo ainda hoje traz a felicidade para tantas mães que amanhã terão um dia melhor”, concluiu dona Aidê.

Com o auxílio da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), os beneficiados foram organizados em fila.

Fonte: Agência Brasília, site: https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2021/05/08/800-cestas-para-maes-carentes-de-ceilandia/