Cerca de 150 brigadistas devem ser contratados até julho para trabalhar no combate a incêndios florestais em áreas verdes do Distrito Federal. O edital deverá ser lançado em junho e está sendo formulado pela Secretaria de Economia. A proposta, por meio de uma portaria, foi publicada no Diário Oficial do DF, nesta terça-feira (8/6).

Hoje, o DF completa 30 dias sem chuvas. Esse contingente de brigadistas vai atuar no nas unidades de conservação espalhadas pelo DF, entre elas 72 parques. Além dos brigadistas, o governo vai contratar também supervisores de brigada e chefes de brigada.

Os contratos terão validade de seis meses e as remunerações podem chegar a R$ 3.344.

Em fevereiro, deste ano, o governador Ibaneis Rocha (MDB), decretou “estado de emergência ambiental”, que autoriza as instituições que façam contratos emergenciais. Os órgãos ambientais se enquadram nessas instituições e também têm autorização para reforçar o quadro de servidores e aumentar a jornada de trabalho, com pagamento de horas extras.

Mais informações sobre prazos para a abertura do edital e as inscrições, além de detalhes sobre salários, serão, em breve, divulgados pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram).

Da redação do site Estrutural on-line