Na manhã desta quinta-feira (27), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri), cumpriu dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva em desfavor de um policial militar da reserva, investigado por comércio ilegal de armas de fogo e munições. A ação foi realizada após quatro meses de investigações.

Os policiais constataram que o envolvido vendia munições e as ocultava na residência da namorada, em Samambaia, que também foi alvo da busca. No imóvel foram localizadas 648 munições de diversos calibres. A mulher foi autuada em flagrante pelo crime de posse irregular de munição.O envolvido, caso condenado, poderá ser sentenciado a uma pena acima de oito anos de reclusão.


Assessoria de Comunicação/DGPC
#PCDFemAção
PCDF, excelência na investigação