As infrações mais registradas no prontuário desses automóveis são: excesso de velocidade, avanço de sinal e direção sob influência de álcool.

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal fez uma operação de fiscalização de trânsito na via N1, em frente ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães, na noite da última terça-feira (2) para retirar de circulação veículos de infratores recorrentes, que colocam a segurança do trânsito em risco com atitudes irresponsáveis.

Durante as duas horas de operação, os agentes recolheram 16 veículos para depósito da autarquia que, além de não-licenciados, somavam uma grande quantidade de irregularidades.

Juntos, eles somam 337 multas e um débito de R$ 60.795,57. As infrações mais registradas no prontuário desses automóveis são: excesso de velocidade (35), avanço de sinal (12) e direção sob influência de álcool (8).

Dez agentes e cinco viaturas foram empregadas na operação do tipo Ponto de Demonstração Inteligente, que é realizada sempre em local com grande circulação de veículos.

Além da documentação e das condições do condutor, todos os veículos parados pelos têm seus prontuários checados no sistema do Detran, sendo possível identificar aqueles com grande número de infrações e débitos em aberto.

Na ocasião ainda foram flagrados um condutor alcoolizado e outros dois com problemas na habilitação – um com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida e outro com o direito de dirigir suspenso.

Da redação com informações do Detran-DF