Na tarde desse sábado (26), o pastor Silas Malafaia utilizou as redes sociais para manifestar sua revolta com a condução da CPI da Covid no ...


Na tarde desse sábado (26), o pastor Silas Malafaia utilizou as redes sociais para manifestar sua revolta com a condução da CPI da Covid no Senado Federal.
O pastor fala sobre a falta de credibilidade do deputado Luis Miranda, citando denúncias de golpes milionários praticados pelo parlamentar nos Estados Unidos.
“O deputado Luis Miranda, que no Fantástico da Globo Lixo foi acusado durante 17 minutos…É esse o deputado da verdade, paladino da justiça?”, disparou. 
Malafaia também reforçou o que o presidente Jair Bolsonaro já havia dito em entrevista nesta sexta-feira (25), sobre não ter o controle sobre tudo e ter acesso a muitas pessoas diariamente.
“Imagine o quanto chega no ouvido do presidente, quanta gente falando um monte de coisa, um querendo derrubar o outro num jogo de poder. Imagina se o presidente der ouvidos a tudo que falam sem prova robusta? Não vai governar. Essa que é a verdade.
 Acredito que até em alguma área do governo tenha roubo. 
 questão é se o presidente é conivente ou participa. Nenhum presidente tem o poder de controlar toda a máquina.”, disse.
O pastor critica o fato de que a CPI “mira” apenas no governo federal e não apura fraudes na gestão da pandemia da Covid-19 nos estados. De acordo com ele, por exemplo, Carlos Gabas, ex-secretário Executivo do Consórcio Nordeste, comprou 49 milhões de respiradores superfaturados, pagos à vista e que nunca chegaram.
A CPI, no entanto, negou a convocação de Gabas para prestar depoimento.
“Esses senadores imoral impediram esse camarada de depor na CPI. Sr. Randolfe perdeu a moral. Que moral você tem de dizer que o presidente prevaricou? Por ouvir falácia e conversa fiada sem provas? Deus nos livre dessa gente cínica e inescrupulosa.”, finalizou.