“Estamos chegando mais perto”, diz secretário de Goiás sobre Lázaro

“Estamos tentando chegar a um desfecho. Estamos chegando mais perto. Lázaro está cansado e acuado. Mas não deixa de ser perigosíssimo”, afirmou Rodney Rocha Miranda

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Rocha Miranda, acredita que as forças policiais estão cada dia mais perto de capturar Lázaro Barbosa Sousa, 32 anos, principal acusado de assassinar uma família em Ceilândia Norte, em 9 de junho. Em entrevista coletiva, o secretário afirmou que o cerco está mais fechado. “Continuamos as buscas. Fizemos um cerco muito amplo e reduzimos mais ainda. Vamos virar a noite hoje para conseguir finalizar a caçada a esse psicopata”, disse.

Rodney afirma que Lázaro está na região e, possivelmente, ferido. “Ele conhece essa região como ninguém. Isso que tem dificultado o nosso trabalho”, disse. “Mas a cada dia que passa a gente conhece mais a ele e ao terreno. Vamos tentar rapidamente resolver essa questão”, afirmou.

O secretário afastou a informação de que houve troca de tiros e reféns nesta sexta-feira (18/6). “Não teve tiroteio. Teve cerco e visualização. Tivemos algumas informações concretas e não teve refém em local nenhum”, ressaltou.

No momento, 270 profissionais atuam nas buscas. Segundo Rodney, ainda não há previsão sobre quando vai chegar o apoio da Força Nacional. Ele destacou que o auxílio foi um oferecimento do ministro da Justiça, Anderson Torres. “Toda ajuda é bem-vinda”, disse.

Ele acredita estar perto da captura do criminoso. “Estamos tentando chegar a um desfecho. Estamos chegando mais perto. Lázaro está cansado e acuado. Mas não deixa de ser perigosíssimo”, concluiu.